fbpx
Dividendos o que São? Como funcionam?

Dividendos: o que são e como funcionam?

Os dividendos nada mais são que uma fatia do lucro líquido que uma empresa obtém, sendo que os acionistas recebem esse valor como forma de remuneração. Assim as empresas estáveis fazem a distribuição dos dividendo, usando-os principalmente para atrair os investidores.

Eles podem ser pagos de diversas formas como: ações, dinheiro, direitos de propriedades ou até mesmo em Juros Sobre Capital Próprio (JCP), dando ao investidor acesso proporcional ao número de cotas que ele tem na empresa.

Mas como funciona a tributação sobre dividendos? É exatamente este esclarecimento que vamos trazer neste artigo. Você vai aprender tudo que precisa para ficar tranquilo ao receber seus dividendos, então, vamos lá?

 

O que são dividendos?

Como falamos anteriormente, dividendos são uma parte do lucro líquido de cada empresa, correto? Eles são anunciados e distribuídos como parte dos lucros da empresa para os acionistas.

Essa estratégia torna atrativo o investimento para quem está de fora, afinal, são grandes empresas com grandes resultados e nós, pessoas comuns podemos fazer parte disso, não é interessante?

O fato de grandes empresas terem um grande volume de lucro, faz com que investidores se interessem na empresa, já que boa parte desses lucros gira por meio de dividendos; porém eles são limitados ao número de ações adquiridas de uma empresa, e sujeitam-se a regras estabelecidas pelo conselho de cada uma delas.

 

Como funciona a distribuição de dividendos?

O pagamento e a distribuição de dividendos funciona de acordo com o estatuto da empresa, que pode ser feito mensalmente, trimestralmente, semestralmente ou anualmente.

Todavia, no que diz respeito às datas de pagamento, do momento em que a empresa decide que irá distribuí-los aos seus acionistas, até o momento que estará na carteira de cada investidor, existem algumas regras que são seguidas, veja:

  1. Primeiramente, o pagamento deve ser aprovado mediante conselho administrativo da empresa em questão. Nele é possível constatar se há lucratividade suficiente para ser repassado aos acionistas, ou se houve prejuízo;
  2. Logo após o conselho e todas as deliberações fixadas, é protocolado na CVM (Comissão de Valores Imobiliários), um documento de oficialização das informações a seguir:

– Data Ex-Dividendo: O ex-dividendo surge quando novos acionistas não têm direito aos recebimentos de dividendo;

– Data de pagamento: Dia que o acionista receberá valor referente à suas ações;

– Valor pago: Valor definido para ser pago ao acionista, em reais e por ações.

 

Quais são os tipos de dividendos?

Atualmente existem dividendos em dinheiro, ações, propriedades, especial e outras modalidades de lucro como juros sobre capital próprio. Que tal entender melhor sobre essas formas de pagamento? 

Dinheiro – O valor é totalmente definido pelas ações. O dinheiro vai direto para sua conta da corretora, variando de acordo com a quantidade de ações que possui e você pode decidir sacar ou reinvestir em mais ações. 

Ações – Nesse caso o pagamento é feito na forma de ações adicionais. No lugar de receber em dinheiro o investidor recebe mais ações daquela empresa, por exemplo, 1 ação a cada 10 que o investidor possuir.

Especial – Existem casos de pagamentos especiais, conhecidos como one-time. Neste caso específico estamos tratando de um pagamento além do calendário e existem diversos motivos para que isso aconteça. O caso mais comum é o aumento de caixa após a venda de uma parte da empresa.

Propriedades – É o mais excepcional, em poucas casos acontece mas se trata de um pagamento em forma de propriedade. 

Juros sobre capital próprio – É o caso mais parecido com os dividendos comuns, mas, neste caso, o investidor terá 15% do Imposto de Renda retido na fonte

 

Como calcular dividendos?

Vamos te explicar três formas de calcular os dividendos para saber quanto você receberá.

– Baseada no número de ações que você possui, considerando o valor da ação. Se a empresa pagar um dividendo de R$10 reais e você possui 100 ações, seu dividendos será de R$1.000,00.

– Considerar o preço atual da ação. Caso a empresa anuncie um dividendo de 5% do preço da ação o resultado será esse valor multiplicado pela quantia de ações do acionista. Por ação seria 0,05 x R$10,00, sendo assim R$ 0,50

– Existe também o Dividend Yield, calculado pela divisão entre o dividendo anual pelo preço da mesma. Se a empresa negociar por R$10,00 e o dividendo anual seja oferecido a R$ 1,00, ou seja, o DY resulta em 0,1, ou seja, 10%.

 

Você sabe o que é uma carteira de dividendos?

Carteira de dividendos é uma seleção de investimentos voltados para ações de empresas que pagam bons dividendos. Para que você possa montar uma boa carteira de investimentos precisará levar em consideração alguns fatores.

Como citado anteriormente Dividend Yield, definirá a porcentagem de dividendos que será distribuída aos acionistas, por esse motivo é importante pesquisar o DY de uma empresa antes de incluí-la em sua carteira.

Outro ponto importante  é o valor das ações. Vale ressaltar que o DY é inversamente proporcional ao valor da ação, ou seja, muitas vezes o preço dela está muito elevado porque o preço dela caiu muitas vezes.

É fundamental observar a gestão e a saúde financeira da empresa. Os resultados anteriores são bons? Como andam os negócios? Existem polêmicas que podem afetar a empresa de alguma forma? Busque estudar esses fatores para não acabar caindo em uma furada.

 

Como fazer a declaração do Imposto de Renda?

Como Fazer A Declaração Do Imposto De Renda - LionTech

Os dividendos não são tributados no Brasil, ou pelo menos, ainda não! Se for novidade pra você, pode comemorar!

Eles são isentos de imposto de renda, porém a Receita Federal quer saber quanto você recebeu, independente se você não pagou, não importa! A Receita quer saber o que está entrando no seu bolso e o que está saindo como prejuízo, e funcionam da seguinte forma:

A empresa que está lhe pagando, informa à Receita Federal que está repassando o rendimento para seu CPF, com isso, você já está atrelado a este recebimento.

Com isso, siga os passos abaixo para declarar seus dividendos:

– Vá em rendimentos isentos e não tributáveis;

– Clique em novo e selecione o código 09 – “Lucros e dividendos recebidos”. Informe o nome da fonte pagadora e o CNPJ da companhia que pagou o dividendo no ano anterior.

– Depois cliente para informar se o dividendo foi recebido pelo titular ou dependente e em seguida informe o valor que a empresa pagou de dividendos.

– Repita o processo para todos os dividendos por ação na sua carteira.

Agora, se você não quer ter todo esse trabalho de declaração de dividendos e prefere deixar na mão de quem sabe, basta clicar aqui e ficar despreocupado. Tenha mais tempo para investir no seus dividendos e ter muito sucesso!

Compartilhe nas suas redes sociais:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Tumblr
Recomendado só para você
Projeção de retração da economia neste ano passou de 5,04%…
Cresta Posts Box by CP

Você escolheu o

Plano Black

Gostariamos de saber algumas coisas
Preencha o formulário ao lado para que possamos dar prosseguimento ao seu plano escolhido.

Você escolheu o

Plano Platinum

Gostariamos de saber algumas coisas
Preencha o formulário ao lado para que possamos dar prosseguimento ao seu plano escolhido.

Você escolheu o

Plano Premium

Gostariamos de saber algumas coisas
Preencha o formulário ao lado para que possamos dar prosseguimento ao seu plano escolhido.